Treina o corpo e a mente, reduz o FOMO!

As atividades de fitness Body & Mind têm vindo a ser estudadas ao longo dos últimos anos, um pouco devido ao aumento exponencial da sua procura.

Quando ouvimos esta expressão (corpo e mente), alguns pré-conceitos podem levar-nos a dimensões mais holísticas, espirituais e, até, inatingíveis.

Na verdade, treinar o corpo e a mente é mais fácil do que pensamos (e útil!).

O mundo está cada vez mais intenso de se viver. Cada vez mais assistimos a um aumento da automatização da informação, o que faz com que o acesso a esta seja cada vez mais fácil. Isto faz com que a quantidade da informação em si aumente cada vez mais, deixando-nos com um FOMO (Fear Of Missing Out) também cada vez mais crescente.

Para não falar das circunstâncias sociais, geopolíticas e económicas em que nos encontramos, suscitando sensações de medo, ansiedade e dúvida, que vibram numa frequência de emoções altamente nociva e cansativa.

O cansaço e preocupação, uma vez acumulados na mente, transbordam para o corpo. Tenho falado várias vezes aqui no JRNY Blog, na tal “história” que cada dor física tem no nosso corpo. Quase fazendo-me afirmar com 87% de certezas que muitas das nossas dores físicas são, na verdade, psicossomáticas! O próprio sistema imunitário é influenciado por estas circunstâncias, tornando-nos mais vulneráveis e sujeitos a constipações, gripes ou até mesmo doenças mais graves!

Posto isto, é cada vez mais imperativo arranjarmos tempo no nosso dia para parar, ouvir e sentir. E para isto não são precisas demasiadas capacidades meditativas ou de “ausência”.

As atividades de fitness Body & Mind têm vindo a ser estudadas ao longo dos últimos anos, um pouco devido ao aumento exponencial da sua procura. Só este aumento já explica, por si só, a sua utilidade nestes últimos tempos. Mas os estudos aprofundaram os benefícios físicos, e também os seus efeitos em situações específicas como a ansiedade e a depressão.

Estes efeitos têm por base a natureza do treino destas aulas. Seja numa aula de Yoga, Pilates ou outro tipo de modalidade, somos convidados a criar uma conexão diferente com o nosso corpo e com as sensações. São como Kylie Gates, da Les Mills International, diz “um chocolate quente para o corpo”.

Numa aula de Body & Mind, quando executamos uma pose, um exercício, e permanecemos neste durante algum tempo, estamos a estimular não só os nossos tecidos musculares como todo o tecido conjuntivo que o rodeia, criando todo um outro tipo de coesão e sinergia no nosso corpo. Conseguimos concretizar este propósito se estivermos atentos a estes três passos durante a nossa prática:

Procura firmeza no movimento

Quando fazes um certo exercício, estimula contração e rigidez em todo o teu corpo. Não falo de uma rigidez “tensa”, mas sim uma rigidez que tu controles, e que beneficie a estabilidade do teu movimento. Por exemplo, durante um agachamento, esmaga bem o chão com os calcanhares, aperta a tua barriga e foca o teu olhar num certo ponto.

Aula de ‘Força e Foco’ – Temporada 3

Conecta-te à respiração

Uma boa forma de silenciarmos os pensamentos durante o nosso treino, é sentirmos a nossa respiração. Aumentarmos a duração de cada inspiração e expiração. Desta forma, não só estás a criar mais estabilidade no teu corpo, pois ativas o teu diafragma, como também acionas o teu sistema nervoso parassimpático, responsável por te acalmar e sossegar.

Glossário de movimentos – Respiração Diafragmática

Evita movimentos “desnecessários”

Voltando ao exemplo do agachamento, tenta fixar um ponto com o teu olhar, evitando assim movimentos “parasita” do pescoço, que não irão acrescentar muito ao teu movimento, servindo de elementos distrativos.

Aula de ‘Amplitude’ – Temporada 3

 

Olhando para estes passos, na verdade, podemos aplicar body and mind em qualquer modalidade ou até mesmo situação do quotidiano. Daí eu poder afirmar, para concluir, que treinar corpo e mente não é apenas para gurus!